O Crossfit e a polêmica das lesões

Uma dúvida frequente entre  meus paciente que praticam Crossfit é sobre o real risco de lesão nessa modalidade.

Já queria escrever sobre isso há algum tempo, porém era difícil encontrar estudos sobre o assunto, até que me deparei com um estudo realizado pelo grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo e publicado no Orthopaedic Journal of Sports Medicine. Esse estudo é a maior casuística mundial sobre o assunto até o presente momento.

image

Foi constatado que o CrossFit não é este bicho papão que muitos falam. Cerca de 31% dos praticantes apresentaram lesões em todo seu tempo de prática, padrão semelhante de outros esportes como ginástica, powerlifting, corrida, triatlo. E aproximadamente metade da encontrada no futebol (60%).

Indivíduos destreinados e previamente sedentários tiveram estatisticamente a mesma taxa de lesões que aqueles que praticavam esportes regularmente. Portanto, o histórico esportivo prévio não influencia a ocorrência de lesões.

Outro ponto importante é presença de um coach capacitado durante a prática, pois como observado em um trabalho norte-americano, é um fator de peso na prevenção de lesões.